Escolha uma Página

Estabeleça Fronteiras

Quando você permite que outros ultrapassem os limites do respeito, do cuidado e da dignidade, acendem-se todos os sinais de alerta. É bem possível, que nessa condição, sua autoestima e disposição corram sério risco de destruição. Nesse cenário é urgente estabelecer fronteiras.

Para tal, num primeiro momento, valorize-se. Saiba que você é uma pessoa singular, única e irrepetível. Quantos jeitos e sentimentos, convicções e atitudes pertencem exclusivamente a você? Reconheça o seu direito de aceitar ou não; gostar ou não, desejar ou não.

Permanecer, partir, construir, refazer, amar, deixar ou retomar são verbos-companheiros daqueles que cuidam de si mesmos.

É necessário ainda que você procure resolver os erros que cometeu no passado. Perdoar a si mesmo é fundamental para que outros não queiram lançar sobre o seu coração acusações de um tempo que certamente já foi sepultado. Como disse tão bem o apóstolo Paulo: Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo”.

Levante o rosto. Assuma uma firme posição. Estabeleça fronteiras.

Share This

Compartilhe!

Compartilhe pequenas mensagens de esperança em suas redes sociais ;)